Boletim Informativo – Ano 07, Junho de 2013 – Número 02
22/06/2013
Coaching Executivo: Isto Funciona?
20/09/2013
Exibir tudo

RESENHA

Por Liana Gus Gomes

Como parte de meu constante processo de estudo no tema de Coaching Executivo, venho me deparando com o uso cada vez mais constante da leitura e entendimento psicodinâmico que a Psicologia agrega aos processos de Coaching Executivo que venho conduzindo.

Neste sentido, minhas leituras atuais estão muito centradas neste tema e um dos livros que está me chamando a atenção é “The Psychology of Executive Coaching – Theory and Application” de Bruce Peltier.

Nele o autor traz o que e como as várias teorias da psicologia podem contribuir para a prática do Coaching Executivo, o que na opinião do autor não está presente na maioria dos livros que abordam o tema do Coaching.

O livro foi escrito como uma forma de prover uma base conceitual para o Coaching Executivo. Ressalta, no entanto, que os conceitos e métodos psicológicos devem ser primeiramente transpostos para o mundo corporativo antes de serem aplicados neste ambiente.

O livro inicia com um capítulo sobre “Assessment”, ponto inicial, na opinião do autor, para um bom processo de Coaching. Neste capítulo o autor aponta 5 formas de se conduzir um processo de Assessment, a saber: Multifocal ou 360, Instrumentos Feitos em Casa, Entrevistas, Observação Comportamental Direta e Instrumentos Formais.

Nos capítulos seguintes o autor descreve as várias teorias do desenvolvimento psicológico e suas aplicações, iniciando por uma breve história de cada uma delas e a descrição de seus pressupostos essenciais. São apresentadas a abordagem Freudiana, as contribuições de Jung, o desenvolvimento cognitivo de Piaget e a teoria de Erickson.

Em todas elas o autor se preocupou em apresentar como cada modelo pode ser aplicado na boa condução dos processos de Coaching.

Em seguimento o autor traz as contribuições das pesquisas em Psicologia Social, enfatizando o poder do contexto social no comportamento humano, as contribuições da hipnose, da inteligência emocional, lições do Coaching esportivo, a prática do Coaching para mulheres, noções de psicopatologia e aborda pontos da literatura em liderança diferenciando a liderança do gerenciamento.

Ao final, mas não menos importante, o autor levanta uma discussão extremamente importante sobre códigos e princípios éticos envolvidos no Coaching Executivo.

A leitura deste livro reforçou minha percepção e sentimento constantes em minha prática como Coach Executiva. Cada vez mais acredito que o sucesso na condução de processos de Coaching Executivo está em integrar o pensamento analítico/dinâmico sem, no entanto, “patologizar” o Coachee ou a relação. O objetivo é pensar analiticamente e agir proativamente.

O entendimento psicodinâmico com certeza nos auxilia a identificar bloqueios, resistências e impasses com os quais nos defrontamos na condução de processos de Coaching. Não nos cabe como Coaches Executivos fazer grandes e profundas interpretações em relação a eles, mas sem dúvida, o entendimento destes pelo Coach é fundamental para o sucesso na condução dos processos.

Publicado em 19/09/2013

Referências Bibliográficas

PELTIER, BRUCE. The Psychology of Executice Coaching – Theory and Application. Second Edition. New York: Taylor & Francis Group, 2010.